ESQUECEU SEUS DETALHES?

Polidactilia em Maine Coons

por / quarta-feira, 26 junho 2013 / Publicado em Doenças
GD Star Rating
loading...

A polidactilia em gatos da raça Maine Coon não se trata de uma doença, mas apenas de “dedos adicionais” nos felinos, que lhes dão ar mais robusto e patas mais largas e avantajadas, compactível e desejável à estrutura do Maine Coon, provocadas por um gene dominante hereditário na ancestralidade da raça que representou historicamente no passado 40% dos exemplares não registrados (de origem). Considerada para alguns criadores e catlovers uma deformidade que subjetivamente causa algum sofrimento e dificuldades de movimentação nos gatos, a polidactilia para muitos é algo totalmente natural e inerente às origens da raça, dando maior habilidade sem qualquer problema ou questão relacionada à saúde do Maine Coon.

Dado que o gene polidáctilo é um gene dominante, é possível eliminá-lo da linhagem de um gato e é o que tem sido feito desde então pela maioria dos criadores de exposição. Para se obter um poly, deve ter no cruzamento um parente que seja poly. Este gene dominante se expressa de 40% a 50 % de acordo com o Doutor Montgomery (Especialista em ossos e articulações, da universidade médica veterinária de Auburn): ”
historicamente muitos proprietários nem mesmo sabiam ou sabem que o seu gato é um polidáctilo“. Esta teoria explica porque alguns criadores tiveram exemplares poly vindo de pais não polys. Estes gatos podem ter um pequeno dedo não detectável que foi passado geneticamente de geração após geração. O gene poly não é recessivo, por conseguinte ele deve estar presente sob alguma forma para produzir um gato poly.

Um polidáctilo terá habitualmente um ou dois dedos suplementares à cada pata. Estes podem ser um dedo suplementar ou um fixador duplo. Na publicação de Outubro de 1968 do Jornal de Medicina/Pequeno Veterinário, R.F. Situado, D.V.M., M.S., Ph.D. e R.Getty, D.V.M., M.S. publicou um artigo chamado “Polidactilismo nos Gatos.” O escritor diz que o gato tem normalmente 18 dedos, 4 sobre cada pata de trás e 5 sobre cada pata dianteira, no entanto, a polidactilia ou os gatos hiperdactilos não eram raros, mas sim bastante comuns. O Livro dos Gatos de Cornell (1990) notou que “o Polidactilismo é muito comum nos gatos e chega a ser mais frequente nas patas dianteiras.” Esta fonte também indica que “estes gatos de dedos duplos geralmente não sofrem consequências nefastas para a sua saúde“. As descrições individuais dos pés de gatos polidáctilos foram publicadas em 1868.

Exemplos de Polidactilia

Como resultado de uma criação de polidáctilos, criadores podem vir a ter gatos grandes, estruturalmente mais fortes porque os genes da polidactilia têm frequentemente um grau de predominância maior e os genes desfavoráveis onde parecem ser recessivos.

Para adquirir um Maine Coon polidáctilo os mais interessados provavelmente encontrarão com criadores especializados uma lista de espera por um filhote polidáctilo da raça. Há apenas um número muito limitado de criadores no mundo inteiro que criam Maine Coons polidáctilos.

Deverão também pagar mais caro para conseguir ter um poly. O Maine Coon poly se assemelhará exatamente ao Maine Coon de patas clássicas, no que concerne às cores, padrão, temperamento e extrema docilidade, independentemente do número de dedos extras, motivos mais do que suficientes para se apaixonar igualmente por ambos.

Curtiu o artigo? Então, clica , sugerindo assuntos nos comentários!
  • Twitter
  • Yahoo! Bookmarks
  • Delicious
  • Windows Live
  • Digg
  • Bebo
  • Netvibes
  • Posterous
  • Tumblr
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • E-Mail
TOPO